Daltonismo


DALTONISMO

 

O Daltonismo ou discromatopsia caracteriza-se pela incapacidade de percepção e distinção das cores. É uma doença causada pela herança genética e mais comum em homens.

O Daltônico pode acometer de vários tipos, e em vários graus, ou seja, o indivíduo pode ter dificuldade de reconhecer apenas as cores primárias ou sofrer com a completa falta de reconhecimento das cores em geral.

Pais e professores devem ficar atentos a educação de seus filhos, suspeitando quando identificarem dificuldade em reconhecer algumas cores. A maioria dos daltônicos não conseguem reconhecer tons de vermelho e/ou o verde, enxergando em tons de bege, marrom ou cinzas.

Vale ressaltar que a patologia está ligada a algumas células dos olhos, sendo assim não afeta a inteligência do aluno. Consultas com o oftalmologista periodicamente devem ser realizadas para fechar um diagnóstico através do Teste de Ishihara.

Infelizmente não existe cura ou tratamento para o Daltonismo. Mas algumas medidas podem ser tomadas para minimizar o constrangimento durante o aprendizado e quanto a diferenciação de cores, facilitando o dia-a-dia dos pacientes.

Por exemplo: Escrever os nomes das cores nos lápis de cores, não penalizar a criança em nota por erro de cores, não utilizar cores em enunciados de provas, em meio às atividades e/ou brincadeiras. Tente entender que seu aluno não conseguirá identificar várias cores, então pense em como poderá ajudá-lo e crie atividades adaptativas para incluí-lo.